13 abril 2007

Não é nada comigo

Com o despedimento de Vítor Dias pelo director do Público e de Ruben de Carvalho pelo Marcelino o Partido Comunista ficou sem nenhum colunista nos dois tablóides de referência. Não acho bem, fico preocupado, lembro-me sempre do poema do Brecht.

Etiquetas:

0 Comentários:

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial