22 julho 2003

Na cela do lado

Na cela do lado, a do castigo, há um preso que canta. Canções populares, antigas, que ele sussura em ritmos lentos. Um dia destes trovejou ao anoitecer. Trovões fantásticos que faziam tremer as paredes grossas da penitenciária. Então, a voz do homem estoirou numa mistura de temor e esperança: Bota abaixo Senhor! Ah carago, bota abaixo esta merda toda Senhor!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial