25 novembro 2003

O Diário de um Fescenino é um diário, um diário.

Diário de um Fescenino, de Rubem Fonseca, não é um livro de contos, Francisco. É um diário mesmo, forjado por um homem que gosta de mulheres e expia esse pecado.
Digo isto com alguma tristeza. Não por o Francisco José Viegas não ter ainda tido tempo de ler o Rubem Fonseca, mas por o Aviz não ler a Natureza do Mal.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial