31 dezembro 2003

Nuno Costa Santos e João Miguel Tavares escolheram o melhor do ano na Baixa Cultura

Cimêncio, o nome que o Luís Gouveia Monteiro cunhou para os "relatos não neo-realistas" dos subúrbios (Fenda); Vincent e Van Gogh, uma BD da Witloof ( para os que não sabem, uma editora de Coimbra que publica a melhor BD do mundo em edições cuidadas e tem uma loja de venda na Rua de Montarroio). E ainda As aventuras de Kavalier e Clay, que foi Pulitzer da Gradiva, Escrítica POP do MEC (distribuído com a Blitz); e a poesia de J. Gomes Miranda e Manuel de Freitas.
Nuno lembrou ainda o Prémio Camões deste ano, Ruben Fonseca e o Nelson Rodrigues, que a blogosfera ajudou a descobrir.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial