23 janeiro 2004

Dissolvido o Comité de Apoio a Pedro Dias

Foi um erro promover um comité de solidariedade para o Pedro Dias. A folha do sôr zé manel furnandes deu-lhe ontem justo relevo entrevistando-o (bela foto). Fica assim reposta a justiça que, pelos vistos, a cidade natal negou ao Pedro nos últimos anos . O comité, esse é que não podia funcionar. No primeiro dia recebemos dezenas de mensagens. Muitas mulheres. Madalena, por exemplo: "O quê? O Pedro disse mesmo que era de direita e heterossexual? Que é de direita eu confirmo. ". Mas a mensagem mais emotiva foi a do vereador Mário Nunes, responsável pelo pelouro da cultura popular na Autarquia Conimbricense, que segundo a crónica, estava na mesa onde as polémicas declarações foram produzidas. Diz ele: "O Senhor Professor (Pedro Dias) entendeu criar um facto que ensombrasse o impacto que a minha intervenção teria, não fora a sua brincadeira, refira-se com pesar, totalmente despropositada". O vereador esclarece em seguida que anunciou a captura e abate, com meios tecnológicos novos (uma carrinha celular insonorizada e impermeabilizada), de 274 canídeos e 54 felinos que incomodavam os munícipes e constituiam um perigo para a saúde pública.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial