30 janeiro 2004

Maria Eugénia Varela Gomes, Contra ventos e marés

A mulher que num dia dos anos sessenta, frente a uma carga de polícia, disse às filhas: "meninas, da polícia não se foge", e enfrentou a carga de cabeça descoberta, tem as suas memórias publicadas. É na Campo das Letras, uma entrevista de Maria Manuela Cruzeiro, no âmbito do Projecto de História Oral do Centro de Investigação 25 de Abril da Universidade de Coimbra.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial