25 fevereiro 2004

O balde sanitário

No debate parlamentar, a ministra da Saúde, iludindo algumas questões a propósito das propostas de Freitas do Amaral sobre reformas do sistema prisional, disse com a voz tremendo de emoção: Vamos acabar com o balde sanitário (não sei se eles dizem balde sanitário se balde higiénico, nunca fui bom na linguagem eufemística dos responsáveis). E depois acrescentou sem perda de seriedade: Em 2006 não haverá balde sanitário nas prisões portuguesas. Eu explico-vos o que é o balde sanitário, ou balde higiénico. É um balde. Geralmente de latão. Com tampa, trampa e urina do preso. Está a um canto da cela, a enfeitar. De manhã o preso despeja-o. Se lhe resta um pouco de humor pensa na ministra da Justiça. Nesse instante inaugural do dia a emoção do preso confunde-se com a da ministra no tumulto das àguas residuais.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial