01 setembro 2004

Antologia de O Mal: Anna Enquist





CENA CAMPESTRE

A casa esperou por nós,
pensamos. O duplo renque de árvores
acena-nos que nos cheguemos. Num sussurro,
o rio vai escorregando cheio
entre as margens.

À hora exacta, o sol vai esconder-se
por trás dos campos. A escuridão
envolve a casa que nos protege.
Acendemos o fogo, bebemos
entre as paredes.

Vendi-me inteira à
segurança e debruço-me da janela.
Dormem cavalos e galos, a água
pisca o olho à lua, e eu a pagar,
sempre a pagar.

Tradução de Catherine Barel
in Rosa do Mundo – 2001, Poemas para o Futuro, Assírio & Alvim, 2001


Anna Enquist nasceu em Amsterdão em 1945. É música, psicanalista, poeta e romancista. É uma das autoras mais reconhecidas na Holanda. Tanto pela sua obra poética como pelos seus romances recebeu vários prémios importantes.
Traduzidos para Temas e Debates os romances O Segredo (2002) e A Obra Prima (2004).

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial