08 setembro 2004

Daqui a dois anos

Agradecido à juíza que escreveu que a liberdade de circulação de pessoas e ideias não se estende aos meios de transporte, o activista que o PP destacou para o governo do País e a quem o governo inadvertidamente colocou no ministério do Mar, aproveitou para fazer um comício, em directo, com a bandeira do Euro nas costas.
Entre outras coisas disse que o Povo já decidira sobre o direito à vida, em referendo (sic). Esta confusão alimenta muita convicção e vinda de onde vem não pode ser inocente. Mas o importante foi o comício em si, em nome do governo, em tempo e a tempo. Quando vi fiquei preocupado e disse ao meu amigo V., analista político: "Está a marcar o terreno. Com o PSL fora é este galo que canta." O meu amigo respondeu, sonhador: " O gajo só aguenta os dez por cento assim, mas o Lopes muda a lei daqui a dois anos". Virei-me para ver o sítio de onde lhe vinham estas evidências. Estava muito escuro e eu não estava lá.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial