02 setembro 2004

Debate com o barco

A iniciativa levada a cabo por deputados da maioria, entre os quais Nuno Freitas e Massano Cardoso, de visitar o Barco do Aborto é positiva. Pode-se discutir se está inscrita numa política de cálculo eleitoral, desenhada desde o início, como escreveu Terras do Nunca já na passada semana e o Professor Marcelo no domingo. Mas é, só por si, um gesto de diálogo. Freitas e Massano não visitariam um barco que se propusesse distribuir droga ou outras maldades enunciadas no tratado de Montega bay, que outros, sem vergonha, utilizaram para proibir a entrada do barco ou para a justificar. Também percebo a reacção de Rebecca (ver publico on line). Quando se começa a ceder com a iniquidade, em posição de refém, sabe-se o começo mas não se sabe o fim.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial