14 setembro 2004

Dindon

Hoje é o dia em que as meninas e os meninos vão para a escola. E tu doente, bailarina linda. As meninas e os meninos julgam que é bom ir para a escola. Há tão poucos sítios para onde ir agora. Já não há ninguém nos campos. Nas praias as bandeiras deixaram as ondas sozinhas, levantadas. O lobo está ileso no fojo, perplexo. Não há crianças para saltar à volta dos cestos nas vindimas. E nos pátios das casas só roupa a secar e bicicletas paradas. Foram todos para a escola menos tu bailarina linda. Não fiques triste. Eu pouco posso contra a tua doença mas sei que vai passar. E tenho um grande poder e esse vou usá-lo. Vou parar as escolas, lançar um feitiço nos professores, fazer com que não consigam ensinar nada que não saibas. Para que tudo comece realmente no dia em que te levantes de novo para dançar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial