03 setembro 2004

Os dentes

Ontem, o funcionário do PP inadvertidamente colocado no Ministério do Mar, convenientemente bronzeado, veio declarar que não tinha medo do debate sobre o aborto. Defenderemos a vida, disse ele. Não, desculpem. DEFENDEREMOS A VIDA, disse ele. E mostrou os dentes, e cerrou os lábios numa postura pré pleistocénica, que me fez perceber que ele defenderia o direito à Vida, não, O DIREITO À VIDA, contra a nossa vida se pordesventura nos atravessássemos à frente das corvetas.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial