28 maio 2005

Os Posts do Orgulho Pátrio:EPC

Eduardo Prado Coelho. EPC. Quando jovem leu Foucault antes e melhor que os outros. Dele disseram: "Enfin Eduardo vint!". Acompanhou os movimentos literários dos últimos 35 anos, as artes performativas, a difusão da cultura portuguesa na Europa e nos países de língua portuguesa. No ano de 2004 foi, depois de Gonçalo M. Tavares, o autor português com mais expressão editorial. Mantém um espanto juvenil (emocionante o momento em que descobre, num andar do Bairro Alto, a colecção de pintura do Ministro da Economia) e momentos de bom senso e responsabilidade (o fellatio a Sócrates da passada quinta-feira p. ex.).

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial