24 agosto 2005

A vida continua



Nem tudo foi mau na primeira noite de fogo. Faltou a luz muitas vezes. Numa delas ele ganhou posição da frente dos meus pais até perto de mim, deu-me um beijo e senti-lhe a mão, atrevidota.


(Da caixa de comentários, assinado Leonor)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial