19 dezembro 2005

Um programa íntimo

Quem vai sair derrotada destas eleições é a direita ideológica. Quatro candidatos de esquerda e um de centro esquerda. É esmagador. Como é que se sentirá um eleitor de direita a ouvir Cavaco convenientemente amordaçado pela estratégia não declarativa de Pacheco Pereira? Se a campanha era um motivo para o debate ideológico então não há direita em Portugal. Ou será que a direita tem um programa escondido? Será que, como sucedia com o PC, a direita não declina em público o seu programa. Um programa íntimo. Uma coisa que se segreda nos conselhos de administração, nos almoços de negócio, nas montarias, nos voos intercontinentais.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial