08 janeiro 2006

Contra a Biologia

O menino estava bem gordinho.
- Tenho sempre vontade de comer coisas proibidas, queixou-se.
- São os seus genes, meu querido, disse-lhe eu.
- Os meus genes são assim tão maus, interrogou.
- Os seus genes são óptimos. São a herança dos seus antepassados, que foram bem sucedidos porque eram capazes de correr os maiores riscos para conseguir fruta docinha e carne de outros animais. O problema, continuei, é que agora você não precisa de sair do sofá.
E como qualquer um se julga no direito de dar conselhos às crianças, arrisquei: - Você deve lutar contra os seus genes. A história da civilização é, no fundo, uma luta contra a Biologia. E lembrando-me de que os jovens precisam de desconfiar, acrescentei:
- Contra a Biologia e contra a Sociologia.
O pai, que até esse momento estava silencioso, assistindo à conversa, resolveu participar:
-E contra a Psicologia.
Julguei que era piada. Depois lembrei-me da profissão da mãe.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial