21 janeiro 2006

Mil Razões para amanhã derrotar Cavaco



Para restaurar a monarquia a que temos direito (sem a horrível Casa de Bragança)

Para o João Lobo Antunes se aquietar

Para não termos de aturar o tabu em 2009

Para poupar à Maria as obras na capoeira de Belém

Para defender a masturbação (cf. Cavaco Silva, Aníbal; On the economy of masturbation, York 1973)

To give joy a chance

Por causa da testa do Pacheco (cf O Neil em Só mentira, só mental)

Para o Manel Dias Loureiro e o Coelho poderem continuar nos negócios à vontade

Para o PSD ser um partido normal

Para o Sócrates nunca mais tirar a tala gessada



Para o Marcelo não ter hipóteses de recuperar audiências

Para poupar à direita um problema de identidade de género

Para defender a masturbação (cf. Entrevistas, Avilez, MJ, RTP Memória)

Para podermos voltar a ler o soneto para Daisy, a que foi de Londres para York, sem nos lembrarmos daquele pobre rapazito.

Para o Francisco José Viegas ter um mandato tranquilo na Casa Pessoa

Porque todos os poetas mortos merecem ser beijados no bronze

Para a Maria Elisa continuar, em Londres, a notável actividade fibromialgica em prol da difusão da cultura lusa

Para que Cavaco possa ser lembrado como um político do século XX

Porque não me está nada a apetecer esse exílio no Peru (que parvoíce o Peru)

Porque não é educativo os broeiros voltarem a ter um Presidente (não lhes chegou Eanes)

Porque a Sociedade Portuguesa de Logopedia não merece

Porque não merecemos, carago.(Mas mesmo que tivéssemos merecido. A Zazie, por exemplo acha que sim. Para castigo chega qualquer um dos outros).

E isto para não falar da masturbação (vide entrevista da família, Expresso, Novembro de 2005).

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial