23 fevereiro 2006

Quatro anos perdidos para Ingrid Betancourt



Faz hoje quatro anos que a guerrilha colombiana FARC raptou, e desde aí mantém em cativeiro, Ingrid Betancourt, senadora e candidata presidencial, e uma companheira sua, Clara Rojas. Há na Colômbia, segundo várias organizações internacionais, cerca de 3 000 sequestrados. Em França, e um pouco por todo o lado, passa hoje uma corrente de solidariedade para que estas vidas não sejam esquecidas. Falar de Ingrid Betancourt é também repudiar o rapto e o encarceramento privado como armas da luta política. Lembramos todos os que hoje, nos cárceres das organizações terroristas ou nos cárceres secretos da CIA, na selva colombiana ou em Guantanamo, estão privados de liberdade.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial