07 abril 2006

Com foto

Este blog devia ser sobre nada. Um sítio onde nada acontecesse, de uma forma quase imperceptível, como a chegada do ácaro sarcopto à pele, o último suspiro de um velho no asilo, um ruído dos canos, a febre a subir, as lágrimas no banho, a apoptose, o sertão, a espera do abutre, a biblioteca central da universidade, o auditório do Teatro Camões, as ruas da Baixa de Coimbra depois do fecho do comércio.
Um sítio que parecesse um cão, mas fosse uma rata africana. Um cão pardo e famélico, de focinho afilado como os deuses egípcios, silencioso, furtivo, ensanguentado. Uma rata africana.


Título: Pergunta ao espelho
Foto: PC

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial