09 maio 2006

O cio dos plátanos

Um vento de cotão sopra dos plátanos. Nas copas, é onde o verde é mais escuro que se abrem as inflorescências que inundam a cidade. Entram nas casas, nas gavetas, nas bocas, nas narinas. Levam a todo o lado uma semente estéril.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial