01 maio 2006

Os factos

No "como se passaram as coisas realmente" esconde-se um "não podia ter sido de outro modo". Essa verdade que se funda em factos construídos por testemunhos é débil, porque os testemunhos parecem ser muito menos fiáveis que a faculdade de discernir a sua falibilidade.
Não temos que situar-nos incondicionalmente no terreno dos factos.


Hannah Arendt, no Diario Filosófico (1950-1973) Barcelona 2006

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial