25 maio 2006

Prémio Luandino Vieira

Luandino Viera recusou o Prémio Camões(cem mil euros). Segundo José Rodrigues, citado no Público, o escritor angolano vive, desde a década de noventa, num convento-atelier do Minho, desinteressado do mundo e quase só falando com os animais. O jornal diz que a recusa é inédita. Herberto Helder fez o mesmo quando lhe foi atribuido um galardão assim. Não sei se foi exactamente o Prémio Camões. Se não foi, é injusto que lhe não tenha sido ainda atribuído. Louve-se Luandino, que não quis ser merdalhado em vida, mesmo que a distinção tenha vindo dos seus pares. E louve-se o júri, por ter escolhido um escritor que podia recusar a selecção.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial