28 agosto 2006

Le silence intérieur d'une victime consentante




O livro é o catálogo da primeira exposição da Fundação Cartier-Bresson, comissariada por Agnès Sire (Paris 2006). Saltando o prefácio encontramos 97 reproduções em tricromia. A que reproduzimos, sem a qualidade da impressão, é de Simone de Beauvoir em frente à casa em que viveu, na rue Schoelcher, em 1947.
Carson Mc Cullers, com a máquina de escrever , Barthes, Camus ,Breton, Faulkner, Beckett, Jose Bergamin. Christian Dior e Coco Chanel. Francis Bacon.
Algumas fotografia a que voltamos: Irene e Fréderique Joliot-Curie, graves, cansados, quase trágicos, surpreendidos a abrir a porta da casa, se acreditarmos no que conta o fotógrafo; Ezra Pound louco em Veneza; Marie-Claude Vaillant Couturier em 1945, no tempo em que as dirigentes comunistas eram elegantes e aristocráticas; Luchino Visconti com o olhar oblíquo dos verdadeiros libertinos; Rosselini sensual; Le Clézio e a mulher, como dois ícones capilares da metade bem comportada dos anos sessenta.



Collection Fondation HenriCartier Bresson www.henricartierbresson.org
Um Silêncio Interior: Os Retratos de Henri Cartier-Bresson, Dinalivro e Thames & Hudson, 2006)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial