13 agosto 2006

O Gerês




O Gerês arde há onze dias. A mata do Ramiscal está reduzida a cinzas. Da Mata do Mezio subia, durante o dia de ontem, uma coluna negra de fumo. O responsável do ICN disse a um jornal que não era bombeiro. Nem bombeiro nem responsável de nenhum parque. Nem de um braseiro ele é responsável. Nem de um cemitério de árvores, arbustos, fungos, insectos, répteis, aves. Ardeu o carvalho-negral e o azevinho, o pinheiro e o vidoeiro, ardeu o abeto, a urze e a borragem , a groselheira e o hipericão, os medronheiros e as violetas, a faia e o teixo, ardeu a raposa e a marta, o texugo e a doninha. Arderam cavalos enlouquecidos. Vai morrer a última águia real.. Miguel Dantas da Gama, ambientalista que há trinta anos vem denunciando o abandono do Parque disse ao DN: Tudo isto é doentiamente previsível, pelo menos para quem anda no terreno e assiste impotente.
O jornalista pôs na boca de um camponês a frase: - o fogo é como o lobo. Mas já não há nenhum lobo para se sentir ofendido.
Juntou-se de novo tudo na queima do Gerês: os incendiários presos, a escassez de recursos, a indiferença, ignorância e falta de solidariedade das populações, a fuga dos responsáveis. Onze dias. Tempo para redireccionar meios, procurar apoios, apelar ao voluntariado. Nos santuários talvez algum peregrino tenha rezado. Arderam os bosques que o Manuel Rui e as irmãs calcorreavam na infância, onde os pais lhes ensinaram ao mesmo tempo o respeito pela natureza e a esperança na democracia. Durante a tarde o sol estava encoberto pelo fumo. Nas estradas sucediam-se as procissões de carros buzinando atrás dos incautos que se vêm asacramentar às terras onde os pais foram infelizes. À noite, nas aldeias da área ardida dançava-se ao som de música pimba internacional, bebia-se cerveja, aplaudia-se um tal Iuri Cardinali e a assistente que exibe um pitão da Califórnia a engolir pintos. À meia noite largaram o fogo preso e os morteiros do costume.

(Mata da Albergaria, 1925, Abel Salazar)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial