17 agosto 2006

O sargento Uri Grossman

A dor e indignação marcaram na terça-feira o enterro do soldado Uri Grossman, filho de David Grossman, um dos maiores escritores israelitas, morto em combate no Líbano.

Na edição desta quarta-feira, o jornal Yediot Aharonot dedica uma página à oração fúnebre de David Grossman, uma das principais vozes do campo pacifista de Israel, diante da sepultura do filho, na ala militar do cemitério de monte Herzel.

"Não direi nada agora sobre a guerra na qual morreste. Nós, nossa família, perdemos esta guerra. O Estado de Israel fará agora um exame de consciência. Dobrar-nos-emos na dor, envolvidos no imenso amor que sentimos de tantas pessoas que na sua maioria não conhecemos", disse o escritor.

O sargento Uri Grossman, comandante de um tanque Merkava, tinha 20 anos. Morreu ao ser atingido por um míssil antitanque na madrugada de 13 de agosto, na região leste do Líbano, nos combates mais sangrentos efetuados pelo Exército israelita contra o Hezbollah desde o início do conflito, em 12 de julho.


(AFP)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial