24 agosto 2006

Provocado pelo próprio pecado



Quando o Império Romano caiu houve quem pensasse que a civilização tinha recuado mil anos. Os novos senhores eram impiedosos e sobre os povos do Império, recentemente cristianizado, caíram as desgraças do fim-dos-tempos. Pilhagens, violações, destruição dos bens, vidas ceifadas sem pretexto, escravização, tortura. Os teólogos discutiam as causas de tamanha infelicidade. Um deles, Próspero da Aquitânia, “exortava os cristãos a considerarem se estes problemas não tinham sido provocados pelos seus próprios pecados.”

(ver A queda de Roma e o Fim da Civilização, Bryan Ward-Perkins)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial