30 agosto 2006

A zanga de Flaubert




Flaubert dizia:
- Eu sou Madame Bovary.
Quando Louise Colet lhe atirou à cara que Madame Bovary ( Emma, disse ela) era uma rameira velha, ele chateou-se.
Mais tarde Flaubert disse:
- Eu não sou Madame Bovary.
Louise Colet achou que estavam reunidas as condições para lhe repetir o que pensava de Madame Bovary (Emma):
- É uma rameira velha- disse ela. Ele chateou-se.
Flaubert queria chatear-se. Era compreeensível no estado em que se encontrava a sua relação epistolar com Louise.
O que já não se percebe é que Maxime du Camp, o amigo que acompanhou Flaubert ao Oriente, tenha escrito a Louise que “ela se tinha portado miseravelmente com Emma”.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial