23 setembro 2006

Elogio de um casal que escrevia




O fresco vem reproduzido no livro A queda de Roma e o Fim da Civilização de Bryan Ward-Perkins e pode ser visto no Museo Archeologico Nazionale, em Nápoles. Representa um casal, talvez Paquio Proculo e a mulher, da casa Paquio Proculo, em Pompeia, século primeiro da nossa Era.
Ele segura uma folha de papiro enrolada. Ela as tábuas e o estilete. Eles escrevem, orgulham-se disso, querem ser retratados assim.
O pó do Vesúvio sepultou esta casa e destruíu o que este casal escrevia. Alguns séculos depois outra lava caíu sobre Pompeia, a Itália, a Gália, Hispania e a Britania. Gerações de reis iletrados sucederam-se. Carlos Magno, velho, aprendeu a ler às escondidas. Mil anos depois o rei português Pedro IV não era capaz de escrever decentemente um bilhete.
Há dois mil anos este casal escrevia debaixo do vulcão.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial