30 setembro 2006

A mala de mão


A mala de mão é um grande obstáculo à igualdade das mulheres nas funções executivas. Ignoro se há alguma etiqueta que indique a mala de mão em formalidades como as visitas oficiais, inaugurações de Escolas e Museus, presidências abertas e similares, ocasiões em que os nossos mais altos representantes se encontram ou se dão a ver ao povo em geral. Os homens têm aqueles fatos escuros, gravata e relógio proeminente. As mulheres arrastam penosamente a carteira de mão. Com uma carteira assim todas as mulheres se parecem com a rainha de Inglaterra. As mulheres com funções executivas já deviam ter pressionado os seus estilistas para estes desenharem roupa feminina com bolsos largos, onde coubessem telemóveis, as chaves de casa, as chaves do carro, agendas, lápis, canetas, comprimidos, cartões de crédito, a caixinha das lentes de contacto, um chapéu borsalino para a chuva, os óculos de sol, o porta-moedas, os documentos, baton, blush, tira-olheiras, uma amostra de perfume, o livro de cheques, o papel dos ciclos menstruais (o papel dos ciclos menstruais?), uma caixinha de preservativos e outras pequenas necessidades.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial