17 outubro 2006

Um referendo

Dizem que vai haver um novo referendo sobre se devemos continuar a mandar a polícia perseguir, interrogar, prender, levar a julgamento e condenar as mulheres pobres que engravidaram e não querem ter filhos.

Eu não percebo porque é que os deputados são competentes

para decidir que o Serviço de saúde e o Teatro Nacional podem ser privatizados, as células estaminais não devem ser usadas para tratar doenças horríveis, os crimes desportivos não são bem crimes, o casamento é um sacramento entre um homem e uma mulher, um desgraçado que quer morrer e não sabe como não pode ser ajudado

e devolvem ao povo a soberania para uma decisão tão simples

como a de não interferir na decisão intima de uma mulher que está nas primeiras semanas de uma gravidez indesejada.

Como não percebo não tenciono votar.
Acho que os homens e os senhores padres deviam fazer como eu.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial