10 dezembro 2006

Prendam todas as mulheres

Este blog não vai comentar a iniciativa governamental de perguntar aos portugueses se entendem que as mulheres que engravidaram contra a sua vontade e não conhecem, ou não têm acesso, à mifepristona e às prostaglandinas, devem ser perseguidas pela polícia, detidas, submetidas a exames periciais nos Institutos de Medicina-Legal, sujeitas a processo crime, levadas a Tribunal e condenadas a prisão ou aos campos de reabilitação da Zita Seabra post menopausa.
O debate é instrutivo, embora não vá agora contar com o geneticista que em 1998 projectava filmes sobre fetos aos gritos.
Mas nós aqui temos outras estradas para percorrer. A nossa admiração para quem conserva ânimo para combater os ungidos de deus.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial