12 janeiro 2007

Crimes do Perturbado (A suivre)

O encerramento dos SAPs, sem alternativas nos Cuidados Primários de Saúde “em reorganização” constitui a entrega à iniciativa privada de serviços que o Estado tem obrigação e meios de fornecer. Por cada SAP encerrado há um Mello Espírito Santo a florescer. A política de Campos começa no Ministério da Saúde e prossegue no Hospital do BES, Descobertas, Trofa e no dói dói trrim trrim a fichar os cidadão para a Medis.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial