17 janeiro 2007

VINICIUS / ZIZEK

E por falar em beleza
Onde anda a canção que se ouvia na noite?
No es posible resolver ninguna cuestión en particular sin resolver todas ellas.
O homem é um animal enfermo de morte, dizia georg wilhelm friedrich. Há que aprender a reconhecê-la na sua dimensão aterradora e cultivar este desequilíbrio, este trauma, de modo a cortar o cordão umbilical com a natureza, sempre tão monótona, enquanto as cores de abril não querem saber da dor. É ele o poeta quem diz, morto de paixão. A reconciliação não é uma superação, não é uma absorção panlógica da realidade, mas uma notação sistemática dos fracassos. Vai meu irmão, você tem razão.

E se ele é branco na poesia, ele é negro demais no coração. Demais?

(Rosaarosa)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial