17 maio 2007

Armando aos Cucos, hoje no TAGV às 18 H



A ÉCLOGA

Já fomos os pastores
de ovelhas líricas
que tão mansas nasciam
e incautas percorriam
a relva pestilenta.

Andamos como tontos
pelos currais
com o cajado platónico
no braço
e o livro mais recente
na cabeça.

Viemos pelos montes
cheirar cidades nuas
e não houve quem não tropeçasse
no hálito doente
que exalavam as ruas.

Donos de um gado débil
bucolizando um pouco
morrendo a pouco
e pouco

velados por lobos
taciturnos

e
perseguidos
pelos mesteirais
do sono.


ARMANDO DA SILVA CARVALHO, O COMÉRCIO DOS NERVOS, 1968





É só para lembrar que este moço armando vem hoje, 17 de maio pelas 18, ao tagv (coimbra) com as suas máquinas de escrever. Este moço e outra moça da mesma geração (maria velho da costa que se apresenta lá dos fundos do british quintal como a ‘rapariga velha’), publicaram em 2006 um grande livro pouco valorizado pelos legentes mais ou menos oficiais, mas que sói ser o texto irónico do fim de uma época que muitos de nós sentimos ter findado sem disso nos termos dado conta. Falo d’ O Livro do Meio, que nos faz recordar o que não é nosso porque eles o repassam de severidade e melancolia e então percebemos tudo (ou quase tudo).

//sent by rosaarosa

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial