31 maio 2007

H.



Hoje de manhã faltou a voz ao meu radialista favorito, Paulo Alves Guerra, da antena 2.
Faltou-me algumas vezes a voz em momentos em que parecia tão necessária e faltam-me continuamente algumas vozes. A falta dessas vozes transformou a minha vida num filme em que a imagem progride através de poços de silêncio. Faltou-me hoje a voz para dizer o teu nome. Mas eu nem te conheci.

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial