21 maio 2007

Ipsilão e a morte dos livros

Confirma-se a morte dos livros e da crítica literária no Público renovado. O Ipsilão desta semana tem três páginas (em sessenta) dedicadas a livros. A excelência de quem escreve (Pedro Mexia, Eduardo Pitta, Alexandra Lucas Coelho) não compensa esta insignificância.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial