25 maio 2007

Um livro



Fahrenheit 451, de Truffaut em 1966. Apartir de uma distopia de Ray Bradbury. Num mundo em que os livros desapareceram e em que os exemplares escondidos são perseguidos e queimados por uma corporação de bombeiros pirobibliómanos, a resistência organiza-se. Cada resistente decorou um livro. É o que temos de fazer quando, face à apatia geral, o DN extinguiu 6ª e o Público reduziu a critica e a notícia literária à insignifiCância.
Fahrenheit 451. Que livro era Oskar Werner? Que livro era Julie Christie? Que livro és tu?

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial