26 junho 2007

A vez de Mega

Desprezo os artistas que se sentam à mesa de Berardo, Pires de Lima e Sócrates. Olhem para Mega. É assim que serão tratados de cada vez que a sua dignidade cruzar os interesses dos boçais içados ao mecenato. Haverá um Marcelino para cada Berardo e seis ministros para cada inauguração. E haverá sempre povo e turistas para a festa. Mas os artistas devem encostar-se às paredes e derramar sangue e os outros fluidos.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial