29 agosto 2007

O Avanco da Teoria



Todas as noites, para adormecer, tento reflectir sobre a causa dos fogos no Peloponeso. Depois interpoe-se a imagem de uma mulher maquilhada pela Givenchy e nessa altura penso que estou cheio de saude e consigo adormecer. Acordo com fome mas ja nao sao horas para ir comer. Sinto no estomago, como uma coisa real, um buraco de bordos activos. Sossega-me a ideia de que felizmente o buraco ee no estomago e nao no peito. Enquanto hesito entre o mini bar e o room service (sinto-me pecar sempre que chamo o room service) abre-se-me outro buraco no peito. Tento desesperadamente lembrar-me da mulher da Givenchy, da sombra dos seus olhos, do vermelho transbordante dos labios. Mas so consigo ver o social-democrata de meia idade que a anda a tentar comer este Agosto.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial