16 outubro 2007

Outro Retrato


Sam Taylor-Wood

a inquietude assimétrica
escondida
nada que denuncie desalinho
tudo alto e liso


e se há uma sombra que se afunda
depressa volta em claridade
em função do grau de intensidade
da ficção perfeita em que ela vive

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial