10 fevereiro 2008

Portugal Talvez Não



Depois das excelentes conferências que trouxeram ao Porto Peter Sloterdijk e Giorgio Agamben, entre outros, a Fundação Serralves anuncia um outro ciclo, comissariado por Paulo Cunha e Silva, que decorrerá entre Fevereiro e Maio e responde à questão Portugal: sim ou não, ponto de interrogação.Tenho pena que a Rosa esteja para as termas e já ninguém aqui tão pardo se alevante.O tema A Justiça vai ser tratado pelos inevitáveis José Miguel Júdice e Gomes Canotilho, a Defesa pelo Fragateiro e pelo actual ministro, a Educação pelo dr Grilo e pela actual Maria de Lourdes, a Cultura pelo Oliveira Martins e pela deputada Manuela de Melo, tendo à moderação a Anabela Mota Ribeiro. Este Portugal parece o meu peixe no aquário. Comeu o que havia, está a caricatura do peixe que nunca foi e se usasse cinto tinha-o ao pescoço, que o meu peixe é só ventre e livores, vêm-se à transparência das escamas as tripas enfarinhadas. Este Portugal parece os Estados Gerais da novíssima maioria. Visto de cima, no auditório de Serralves, dá vertigem a distribuir auriculares, um beijinho na face, então onde está agora, ah na Fundação, no Conselho de Administração, na Associação, ns Deputação, na Constituição, na Comissão, na Restauração, ia jurar que já o vi na Reprografia.

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial