13 maio 2008

O papel amarelo

Na Kunsthaus Graz barraram-me a entrada por 7 euros. Eu nao tinha tempo para a exposicao, bastava-me dar uma olhadela breve a True Gardens #6, de Pedro Cabrita Reis, anunciado para o espaco 01. Fiquei na entrada, junto a um escaparate, hesitante. Um homem e uma crianca aproximaram-se e ficaram a olhar-me furtivamente. A crianca sorria e o olhar do homem era enigmatico.Depois a crianca empurrou-me, de forma a que ficasse atras de uma coluna, e o homem colou-me na T shirt um papel amarelo.

Tem uma seta
uma data
um Nr.: 210700040265
uma frase em letra miuda nur gültig am 13.5.2008.
Entrei no jardim.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial