13 julho 2008

Vou ali já venho, pode ficar com o chip


Lu Peng

Senhor primeiro ministro, excelência, escusa de gastar dinheiro com o meu chip. Se enviar, eu devolvo. Eu praticamente não me vou mexer, pelo menos nos próximos tempos, entre a rua M. e a rua Z. , ruas pacatas, onde nunca Vexa gastou dinheiro com segurança e agora, bem vê, não vale a pena. Se por acaso, num ímpeto eu correr, pode Vexa taxar-me por excesso, eu pago, como sempre paguei, obedientemente, às vezes com juros e outros emolumentos, mas sempre paguei, a Vexa e aos que legitimamente se respaldam em Vexa, a PT, a Brisa, as Águas da Cidade, o Gás da Lusitânia, a Alta Regulação da minha Corporação. Pode Vexa aplicar o dinheiro que gastaria com o meu chip, e com o esforço inútil para o localizar, em actividades prioritárias como a defesa da fronteira marítima da invasão das barcaças africanas, a instalação de Centros de Internamento Provisório e de Centros Provisórios de Educação antes da Expulsão Definitiva. Sem comenda para lhe devolver, aceite senhor primeiro-ministro, a recusa humilde deste chip. Já sabe, são dez milhões menos um. Nada que o incomode. Como um voto branco. Nulo.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial