12 agosto 2008

O tiro legal na nuca


Christine Whuang

Não vi o directo do BES aos tiros, mas li a reportagem do Expresso. Acho que o tema merecia debate e a blogosfera multímoda não esteve à altura dos seus pergaminhos. Alguns juristas reagiram emocionalmente, a maioria dos bloggers que leio ignorou o tema. Nos 5 dias de um tal RCP e na Aspirina B do inefável Valupi a pulsão atingiu a náusea. A discreta dissidência do Arrastão ia sendo linchada. A GL tentou pensar. Blasfémias pensou mesmo e o post de jpt, como disse o Lutz, merece ser lido. O post e a discussão com o Paulo Querido, nos comentários. A discussão desvia-se para a oportunidade e a ética do directo. O Eduardo, Àgrafo, escreveu em tempo real. Ler o post do Eduardo liberta-nos do pequeno mundo vingativo e claustrofóbico, xenófobo e securitário, violento, violento.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial