07 outubro 2008

Sobre esperar

E não eternizar, saborear o compasso.



Diante das lojas com portas que abrem para cima às quatro ou cinco para as nove.



Diante da noite, com portas que fecham para baixo às duas ou três para o sonho.

(sobre esperar)


Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial