10 novembro 2008

O anão de Soares



Dizem que num périplo eleitoral, Soares, distraído, pegou num anão para o beijar, sem reparar que se tratava de um cidadão eleitor de 1,24 m. Um erro semelhante cometeu Harry, o homem muito mau de Em Bruges. Desconheço o desfecho do encontro de Soares. Em Bruges, Harry não ouviu o esclarecimento de Ray e encostou o cano da arma ao céu-da-boca.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial