19 julho 2009

As caricaturas de Maomé


Lisette Model

Uma editora de nome Chiado é ameaçada e suspende a publicação de um livro. Os acontecimentos a que o Rui Bebiano alude neste post deviam ser objecto de mais atenção e mais comentários.
O meu é o seguinte: se a editora foi ameaçada devia identificar os autores da ameaça. A polícia serve para isso. E depois devia mover um processo contra esta gente. É para o que servem os Tribunais. A editora Chiado é cobarde. Foi pedir a opinião de uma autoridade religiosa e de um professor Mustafá. Como exercício mental, imagine-se que as ameaças vinham dos Combatentes da Opus Dei e a editora Chiado, enquanto se cortava de dar o livro à estampa, pedia a opinião do bispo de Lisboa e da Aura Miguel.
Não devemos nada aos cobardes, nem o estado laico nem a liberdade de imprensa. Da Chiado editores não espero nada. Deixe de editar livros e dedique-se à Auditoria ( Threat Adviser) . É o que está a dar. Se receber uma ameaça posso recorrer aos seus serviços. Sabe qualificar as ameaças e perceber as que não podem deixar de ser consideradas. E em caso de dúvidas, pedir o parecer das autoridades competentes para antecipar eventuais cenários problemáticos resultantes da publicação. A publicação? Qual publicação? O livro foi adiado…indefinidamente.

Etiquetas:

3 Comentários:

Blogger Ana Cristina Leonardo disse...

é o que se poderia chamar uma não notícia ou o marketing sobre o vazio. um livro que não chega a ser, ameaçado por forças sem nome. mas uma coisa é certa: quando o editarem vai ser um sucesso de vendas! Vai uma aposta em como passará na censura prévia?

segunda-feira, julho 20, 2009  
Blogger FNV disse...

É preciso fomentar o multiproibicionismo.

terça-feira, julho 21, 2009  
Anonymous Prosas Vadias disse...

O país precisa excitação! O Verão está uma seca! Alvitre-se a imediata publicação de tão ilustre documento esperando ardentemente um atentado levado a cabo pelos tais ameaçadores! Ui, que medo! Sejamos intolerantes para com ambas as intolerâncias mais ainda se dentro dela a estratégia for apenas marketing barato. Exijo um Salman Rushdie português. Já. Por favor.

terça-feira, julho 21, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial