06 dezembro 2009

O pequeno-almoço giroflé


Aino Kannisto

Alguns psicólogos acham que uma das características fundamentais da mente humana e a que mais precocemente confere uma característica distintiva, é a capacidade de elaborar um pensamento contrafactual. O que verdadeiramente interessa, argumentam eles, não é o que aconteceu na realidade, mas o que poderia ter acontecido ou o que virá a acontecer. O bebé não brinca com o seu carro real mas com um carro imaginário, numa pista que agora é Indianápolis e em breve Francorchamps ou uma Nova Interlagos. Jerusalém será sempre a Jerusalém Celeste. Diz-se que algumas mulheres fazem amor de olhos fechados, com o rapaz da praia das Maçãs ou, por vingança, com um marido precocemente envelhecido.
Hoje de manhã fui a uma padaria, ou ao que resta das padarias. E enquanto procurava com os olhos o pão de mistura, ouvia a senhora que me antecedia na fila pedir “uma broinha bem escolhidinha” e três bicos “ bem estaladiços”. Todos merecíamos uma padaria diferente. Um pão de mistura, mas não desta mistura, de outra que no passado tinha um sabor diferente. E uma broinha de Natal, mas não exactamente esta. Bem escolhida, não por ser maior, mas por ter a farinha e os frutos secos na quantidade certa. Um pão bem estaladiço para um pequeno almoço que nunca houve, nem haverá, mas que está permanentemente a ser comprado, secretamente, em todos os balcões de todas as padarias.

Etiquetas:

3 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Eu diria, e esta não é a sugestão mais modernaça e, que talvez seja bom abrir os olhos- na medida que a circunstância o permita, e ver mesmo o que lá está em vez do da praia das maçãs, (este, a ser tão falado, estará por muitos lugares o que o torna pouco privado); e depois come-se qualquer pãozinho.
(diga-se, em nome da verdade, que eu não tenho ido à praia das maçãs).
maria do carmo

terça-feira, dezembro 08, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

:)Simplesmente delicioso!

terça-feira, dezembro 08, 2009  
Anonymous fernando f disse...

Sempre vos digo que o melhor da praia das Maçãs, é o pão com chouriço, ou, com um bocado de sorte, um robalo tirado à vara, ou seja, com uma linha e um anzol, para não haver confusões.

sexta-feira, dezembro 11, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial