22 fevereiro 2010

Não estiquem o casamento



A família verdadeira de certeza, é de certeza a família portuguesa.(bis)

Eram dez mil e a Isilda Pegado.
Eram dez mil e a Zézinha -o marido ausente em negócios no Maputo.
A Aliança das 13 Motas Cristãs acelerando a fundo, e os nazis que já mataram no Bairro Alto,

A família verdadeira de certeza, é de certeza a família portuguesa.(bis)

fazendo um barulho ensurdecedor, rezando o terço com as freiras brasileiras e os fiéis que vieram da Bajouca.
Rezando o terço, ainda no Marquês e dizendo com o Ribeiro e Castro:
- Família é homem e mulher, família verdadeira somos nós.

E com a Zézinha, agora no PSD- o marido ausente em negócios no Maputo:
- Não distorçam a Instituição.
- Não estiquem demais a família verdadeira.

A família verdadeira de certeza, é de certeza a família portuguesa.(bis)

(a partir do relato de Maria Lopes, O Público, 21/02)

Etiquetas:

1 Comentários:

Blogger isabel disse...

eu fui convidada a participar (cruzes) por uma senhora que se assinou Thereza com o petit nom de amêndoa :). Completamente de acordo, Luís.

segunda-feira, fevereiro 22, 2010  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial