20 junho 2010

Mães e filhas


Jeremy Sutton-Hibbert 2004




- Amo-te. Quando mudar de opinião, digo-te.

Etiquetas:

4 Comentários:

Blogger M disse...

:)Lindo!

segunda-feira, junho 21, 2010  
Blogger Menina Limão disse...

!

terça-feira, junho 22, 2010  
Blogger Maria José Vitorino disse...

e dizemos?

quarta-feira, junho 23, 2010  
Blogger Leonor disse...

Pois, o problema é que não dizemos.
Porque, geralmente, não existe um momento X. O deixar de amar é coisa molengona e viscosa, que se vai infiltrando aos poucos. E, quando temos coragem para comunicar que "mudámos de opinião" é porque muita coisa mudou. Em nós e à nossa volta. E talvez no outro, também. E já não aguentamos mais.

segunda-feira, junho 28, 2010  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial